Enriquecimento Ambiental para Cães: por que eu devo me preocupar com isso? | Joanna Van De Schepop - Dog Ethos

Publicado em 08/08/2017

Hoje em dia, com uma rotina corrida e repleta de tarefas, uma família que decide ter um cachorro de estimação enfrentará a complicada missão de fornecer todos os cuidados e atividades adequadas para seu novo amigo. O que normalmente se observa são famílias que dificilmente encontram horários disponíveis para se dedicar ao cão, por isso é muito comum que ele fique longos períodos sem ter o que fazer e totalmente entediado.

É neste momento que os problemas de comportamento aparecem. A consequência direta de tantas limitações impostas ao cachorro é o surgimento de comportamentos indesejáveis. Cães entediados, para ocupar seu tempo, desenvolvem estes comportamentos, que prejudicam (e muito) sua saúde e sua relação com a nova família. Cães são exploradores de seu ambiente. Esta é uma necessidade natural que deve ser satisfeita para que distúrbios de comportamento sejam evitados.

Quem nunca teve um cachorro ou já ouviu falar de um que lambe as patas sem parar, que corre atrás da própria cauda, que late em demasia ou que mastiga tudo o que vê pela frente, inclusive aquele sapato novo, o pé do piano, os fios elétricos? Com objetivo de evitar o desenvolvimento destes e de outros inúmeros comportamentos indesejados, para mantermos o ambiente dinâmico e desafiador que possibilite a diversificação do comportamento dos cães, utilizamos o enriquecimento ambiental.

Na prática, o enriquecimento abrange uma infinidade de técnicas e mecanismos simples e inovadores que incrementam o ambiente dos animais, tornando-o mais complexo e dinâmico. É possível enriquecer o ambiente de um animal fornecendo “brinquedos”, alterando a maneira de apresentar o alimento, introduzindo novos estímulos como tocas, sons, entre outras infinidades de itens.

O principal motivo para utilização das técnicas de enriquecimento ambiental é melhorar o bem-estar físico e psicológico dos cães, porém existem outros importantes benefícios:

  • Melhora a diversidade de comportamentos, incentivando o animal a expressar comportamentos típicos da espécie;
  • Aumenta as habilidades cognitivas do animal;
  • Colabora em programa de medicina veterinária preventiva;
  • Reduz a frustração, já que o ambiente se torna muito mais interessante e o animal tem maior controle sobre suas ações e o ambiente em que vive;
  • Reduz o estresse, evitando a expressão de comportamentos anormais ou diminuindo a incidência destes distúrbios;

Enriqueça a vida do seu melhor amigo!

 

Joanna Van De Schepop - Dog Ethos

Contato: dogethos.com.br ou contato@dogethos.com.br

Categorias

Últimas publicações

Feira pet mostra força do setor

05/10/2018 Notícias




Está chegando a Expovet 2018

17/09/2018 Notícias

Redes Sociais

Assine Nossa Newsletter

Receba os últimos artigos e notícias sobre pets diretamente em seu e-mail:

A revista Pet Em Foco é uma publicação da
Em Foco Mídia

A Revista Pet em Foco tem como objetivo debater e informar sobre os mais diversos assuntos voltados para os animais de estimação, com um foco maior nos cachorros.

  
Endereço: Rua Conselheiro Galvão, 68 - Jaraguá - Belo Horizonte - MG
Telefones: (31) 2552-2525/3441-2725/99998-8686
Email: pet@emfocomidia.com.br

Pet em Foco - Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por SITEFOX