Mordidas: uma necessidade dos filhotes | Natália Pinheiro

Publicado em 31/10/2017

Com a chegada do filhote na casa, ficamos muito eufóricos e animados com toda a novidade.

Aos poucos, o filhote vai se adaptando à casa, à rotina e aos seus novos companheiros humanos. Com o pequeno cada vez mais à vontade na nova vida, é comum que ele comece a desenvolver vários comportamentos: alguns bons e outros nem tanto. 

A mordida é um dos comportamentos que mais incomodam os tutores de filhotes. A maioria sabe o porquê delas, mas não sabe como contornar a situação.

Durante os primeiros meses, os dentes dos filhotes estão nascendo e se desenvolvendo. Com isso, as gengivas do cãozinho doem e coçam, e uma medida que alivia os sintomas é justamente morder.

Ao observar este comportamento, é muito importante que os tutores forneçam para o cão brinquedos que ajudem a saciar a sensação incômoda. Neste caso, brinquedos de pelúcia, tecido e outros materiais muito macios não ajudarão. É interessante adquirir brinquedos mais rígidos ou com texturas que estimulem as gengivas.

Sempre que o filhote estiver brincando ou mordendo os seus brinquedos, parabenize-o e estimule-o. Dessa forma, o cãozinho entenderá que ao interagir com tais objetos ele ganha a sua atenção e o seu carinho, o que torna a situação ainda mais agradável e estimulante para ele.

Uma alternativa bem interessante é congelar os brinquedos do animal. Dessa forma, o gelo causará um efeito anestésico aliviando a coceira e dor da gengiva.

Um erro comum é oferecer aos filhotes as mãos e os pés para que mordam. Jamais faça isso, pois você estará estimulando o comportamento de morder coisas erradas, atitude que poderá virar facilmente um hábito.

Ao brincar com o animalzinho tenha sempre um brinquedo disponível por perto para que, caso ele comece a morder sua mão ou pé, você consiga colocar o brinquedo na boca dele de forma a estimulá-lo a morder tal objeto.

Vale a pena também não nos arriscarmos deixando objetos perigosos ou de valor ao alcance do cão. Quanto menos riscos corrermos, mais fácil será para o filhote entender o que é certo ou errado, e mais fácil será passar por esta fase de mordidas.

 

Por Natália Pinheiro, adestradora e franqueada da Cão Cidadão

Categorias

Últimas publicações



Feira pet mostra força do setor

05/10/2018 Notícias



Redes Sociais

Assine Nossa Newsletter

Receba os últimos artigos e notícias sobre pets diretamente em seu e-mail:

A revista Pet Em Foco é uma publicação da
Em Foco Mídia

A Revista Pet em Foco tem como objetivo debater e informar sobre os mais diversos assuntos voltados para os animais de estimação, com um foco maior nos cachorros.

  
Endereço: Rua Conselheiro Galvão, 68 - Jaraguá - Belo Horizonte - MG
Telefones: (31) 2552-2525/3441-2725/99998-8686
Email: pet@emfocomidia.com.br

Pet em Foco - Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por SITEFOX