Outubro Rosa Pet: prevenção animal contra o câncer de mama

Publicado em 19/10/2017

 

É normal observamos que no mês de outubro o mundo se veste de rosa. Isso ocorre porque existe uma campanha mundial de alerta e prevenção do câncer de mama em humanos, mais especificamente em mulheres. O movimento foi criado nos Estados Unidos, na década de 90, para estimular o cuidado, o controle e a importância de informações sobre o câncer e tem o objetivo de promover a conscientização da população sobre a descoberta precoce dos sintomas. Mas não é somente em humanos que a doença se apresenta.

No ano de 2014 foi iniciada a campanha Outubro Rosa Pet, realizada em várias cidades do Brasil, com o intuito de atingir os proprietários de cães e gatos e fazer com que a prevenção seja também ao animal de estimação. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 44,3% das casas brasileiras possuem, pelo menos, um cachorro. Ou seja, são aproximadamente 52,2 milhões de cães pelos lares do país e, pela mesma pesquisa, 21,1 milhões de felinos.

O câncer de mama é a lesão mais frequente em cadelas e a terceira mais frequente em gatas. Além disso, 60% e 90%, respectivamente, são malignas.

Os casos de câncer em animais de estimação têm aumentado muito nos últimos anos, levando até a óbito. Por esse motivo, informações sobre diagnóstico, prognóstico e tratamento são fundamentais para a saúde e o bem-estar dos melhores amigos do homem.

A campanha Outubro Rosa Pet é organizada pelo Laboratório de Patologia Comparada da Universidade Federal de Minas Gerais UFMG (LPC), com divulgação do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) e propõe ações que envolvam exames clínicos, atividades de orientação sobre a doença e esclarecimento de dúvidas.

 

A doença

O câncer de mama é uma doença que atinge animais de estimação e pode se fortalecer por alguns motivos, como a poluição e a idade avançada. As lesões podem ser únicas ou múltiplas, de diversos tamanhos e os primeiros sintomas são nódulos na glândula mamária. Um exame realizado por um médico veterinário revelará se o tumor é benigno ou não.

De acordo com pesquisas do LPC UFMG, 85% dos tumores mamários são malignos e, aproximadamente, 15% das cadelas são diagnosticadas em estágio avançado, podendo levar à morte em até 7 meses após a retirada da mama. Por esse motivo, nós, do Pet em Foco, apoiamos a conscientização da informação sobre o câncer de mama e abraçamos a causa. Cuide bem de quem cuida de você!

Categorias

Últimas publicações






Redes Sociais

Assine Nossa Newsletter

Receba os últimos artigos e notícias sobre pets diretamente em seu e-mail:

A revista Pet Em Foco é uma publicação da
Em Foco Mídia

A Revista Pet em Foco tem como objetivo debater e informar sobre os mais diversos assuntos voltados para os animais de estimação, com um foco maior nos cachorros.

  
Endereço: Rua Conselheiro Galvão, 68 - Jaraguá - Belo Horizonte - MG
Telefones: (31) 2552-2525/3441-2725/99998-8686
Email: pet@emfocomidia.com.br

Pet em Foco - Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por SITEFOX