Verdadeiro ou falso? Descubra os 7 maiores mitos sobre gatos

Publicado em 11/02/2019

No Egito Antigo, os gatos eram adorados, sendo considerados guardiões do mundo dos mortos. No Império Romano, eram associados à deusa da caça, Diana, e na Idade Média foram associados à feitiçaria, ao ocultismo e até mesmo aos ritos satânicos, o que deu origem à maior parte dos mitos que permeiam o imaginário social na atualidade.

Por estarem em nosso mundo há muitos anos, os gatos possuem muitas curiosidades e lendas que vamos apontar para que você, tutor de gatinhos ou até mesmo um amante de animais, possa ficar por dentro da história desses animais inteligentes e superorganizados.

 

  1. Um dos maiores mitos é que o gato odeia água, mas isso é bem relativo. Tudo vai depender de como o gato é acostumado. Algumas raças, por exemplo, como o Maine Coon e o Angorá Turco adoram! E na falta de água gostam de procurar torneiras para se refrescarem e alguns se jogam até dentro de vasos sanitários.
  2. Gatos tem 7 vidas? Seria mesmo uma boa para esses bichinhos, mas esse é outro mito. Aliás, em alguns lugares, como no Hemisfério Norte, a lenda diz que eles chegam mesmo a ter 9, e não 7 vidas. A verdade, dura e amarga, é que a vida dos gatos não é infinita. Pesquisas mostram que eles duram cerca de 15 anos, em média, quando têm um lar. Os que vivem nas ruas, entretanto, não costumam passar do segundo ano.
  3. Azar ou sorte? Em boa parte do Ocidente, a partir da Idade Média, surgiu a crença de que cruzar com gato preto na rua era azar na certa. Já no Japão e no Reino Unido, esse é considerado um bom sinal. Colocando o gosto humano um pouco de lado, gatos pretos têm mais sorte que seus pares de outras cores: uma pesquisa do Instituto Nacional de Saúde dos EUA sugere que o gene que dá a coloração escura ao pelo do animal também seria responsável por torná-lo imune ao vírus do HIV felino.
  4. Outro mito é de que os gatos não podem ser adestrados. Todo animal pode ser adestrado, basta ter muita paciência e as técnicas certas para essa tarefa. Esse pode ser um processo demorado, mas eles podem, sim, aprender diversos comandos.
  5. Interesseiros? É claro que, como felinos, os gatos têm um senso territorial incrível. Acontece, no entanto, que eles sabem e reconhecem quem são aqueles que cuidam deles. Em 1952, por exemplo, houve um caso de uma gata persa que andou mais de 2.400 quilômetros, pelos Estados Unidos, até reencontrar seus donos. Eles haviam se mudado da Califórnia para Oklahoma.
  6. Uma história que seria muito bem-vinda aos gatos se fosse verdade é de que eles sempre caem em pé. Porém, eles só conseguem se orientar e cair sobre as patas em uma distância mínima de 60 centímetros do chão. No caso de uma altura muito maior que isso, no entanto, mesmo que eles caem em pé, ainda podem sair feridos.
  7. Enxergar no escuro? Se o que você tem em mente é tipo uma visão de raio-x, não se engane! Os gatos conseguem ver até 10 vezes melhor no escuro que os humanos. Mas, para isso, ainda é preciso que haja algum tipo de luz, para que a camada extra de células em seus olhos reflita e permita a visão noturna.

Categorias

Últimas publicações






Redes Sociais

Assine Nossa Newsletter

Receba os últimos artigos e notícias sobre pets diretamente em seu e-mail:

A revista Pet Em Foco é uma publicação da
Em Foco Mídia

A Revista Pet em Foco tem como objetivo debater e informar sobre os mais diversos assuntos voltados para os animais de estimação, com um foco maior nos cachorros.

  
Endereço: Rua Conselheiro Galvão, 68 - Jaraguá - Belo Horizonte - MG
Telefones: (31) 2552-2525/3441-2725/99998-8686
Email: pet@emfocomidia.com.br

Pet em Foco - Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por SITEFOX